Você entende os principais exames clínicos que o seu médico pede?

Os exames laboratoriais têm a principal função de prevenção mas servem também para tratar, diagnosticar, acompanhar o paciente e coletar dados epidemiológicos, desta forma prevenindo e diagnosticando doenças e estabelecendo seus tratamentos. 

Mas sabemos que as terminologias são complicadas e muitas vezes quem é leigo não consegue compreender com segurança os exames que está realizando, não é mesmo?

Por isso, compilamos um glossário dos principais exames para facilitar o seu cuidado com a saúde! Vem ler:

GLICOSE

O exame de glicose ou glicemia serve para medir o nível da glicose na circulação sanguínea do paciente. Com ele é possível investigar a existência de diabetes e, em caos já positivo, ajudar a controlar a doença.

HEMOGRAMA

O hemograma é um tipo de exame de sangue que avalia as células que compõem o próprio tecido sanguíneo. Ele analisa informações específicas sobre os tipos e quantidades dos componentes no sangue, como os glóbulos vermelhos (hemácias), os glóbulos brancos (leucócitos) e as plaquetas. Esse exame serve para monitorar algum tratamento feito pelo paciente ou apenas para checar a saúde do indivíduo.

TRIGLICERÍDIOS

Os triglicerídeos ou triglicérides são as principais gorduras do nosso organismo e a reserva de energia do nosso corpo e, quando não controlados, podem trazer graves complicações ao paciente. 

COLESTEROL

O colesterol total deve ser sempre abaixo de 190 mg/dL. Mas, deve-se sempre levar em consideração individualmente os valores do colesterol HDL (bom), do colesterol LDL (ruim) e o dos triglicerídeos para analisar o risco da pessoa de desenvolver doenças cardiovasculares.

VLDL

O VLDL, também conhecido como lipoproteína de densidade muito baixa, é mais um tipo de mau colesterol, assim como o LDL. Isso porque os seus valores elevados no sangue levam ao acúmulo de gordura nas artérias e formação de placas de aterosclerose, aumentando o risco de doenças do coração.

CREATININA

A creatinina é uma substância presente no sangue que é produzida pelos músculos e eliminada pelos rins. A análise dos níveis de creatinina no sangue geralmente é feita para avaliar se existe algum problema nos rins, especialmente quando está muito alta, já que pode significar que os rins não estão conseguindo eliminar a creatinina.

PROTEÍNA C-REATIVA

A proteína C-reativa, também conhecida por PCR, é uma proteína produzida pelo fígado que costuma aumentar quando existe algum tipo de processo inflamatório ou infeccioso acontecendo no corpo, sendo um dos primeiros indicadores a alterar no exame de sangue nessas situações.

TGO e TGP

TGO e TGP, também conhecidas como transaminases, são enzimas normalmente dosadas com o objetivo de avaliar a saúde do fígado. O TGO é produzido em vários tecidos, como coração, músculos e fígado, e fica localizado no interior das células hepáticas. Já o TGP, é produzido exclusivamente no fígado e, por isso, quando há qualquer alteração nesse órgão, é verificado o aumento na quantidade circulante no sangue. 

TIREOIDE – TSH, T4, T4 Livre, T3 e T3 Livre

O exame TSH é responsável por analisar problemas na tireoide dos pacientes. A função da tireoide no organismo humano é agir no coração, cérebro, fígado, rins e produzir os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que agem no controle do metabolismo. O nível irregular pode afetar o corpo de várias maneiras negativas. Com base na análise é possível verificar se o paciente apresenta hipotireoidismo ou hipertireoidismo. O exame também mostra as possíveis causas dessa irregularidade e se os tratamentos estão surtindo efeito.

CÁLCIO

Considerado como um mineral essencial para a construção e manutenção dos ossos e dentes, ele também é importante na contração muscular e transmissão dos impulsos nervosos. Diariamente, uma pequena quantidade de cálcio do organismo é perdida, filtrada do sangue pelos rins e excretada na urina. Quando sua quantidade no sangue está baixa, o corpo retira cálcio dos ossos, para manter os níveis sanguíneos normais, deixando-os, assim, mais frágeis.

ÁCIDO ÚRICO

O ácido úrico é resultado do metabolismo das purinas, compostos encontrados principalmente nas células do corpo humano e em alguns alimentos. O exame de ácido úrico acusa a alta ou baixa concentração dessa substância no corpo através de uma amostra de sangue ou de urina do paciente.

VITAMINA D

A vitamina D é produzida a partir de uma substância derivada do colesterol presente na pele, que, quando estimulada pela luz ultravioleta do sol, é convertida em colecalciferol, a  vitamina D. Ela é a responsável por aumentar a absorção de cálcio no intestino e, consequentemente, aumentar a concentração de cálcio no sangue.

FSH

O FSH, conhecido por hormônio folículo-estimulante, é produzido pela hipófise e tem como função regular a produção de espermatozoides e a maturação dos óvulos durante a idade fértil. Por isso, o FSH é um hormônio ligado à fertilidade e a sua concentração no sangue ajuda a identificar se os testículos e os ovários estão funcionando corretamente.

GAMA GT 

O exame GGT, também conhecido como Gama GT ou gama glutamil transferase, é normalmente solicitado para verificar a presença de problemas no fígado ou obstrução biliar, já que nessas situações a concentração de GGT está elevada.

POTÁSSIO

O potássio é um eletrólito que se encontra dentro das células e desempenha um papel fundamental no balanceamento hidroeletrolítico do organismo, evitando a desidratação, assim como o equilíbrio do pH sanguíneo. Ele também é necessário para a emissão de sinais nervosos que regulam as contrações musculares e cardíacas, assim como os reflexos do organismo. Além disso, promove o desenvolvimento muscular, já que parte desse mineral é armazenada em suas células, e por isso é importante para os períodos de crescimento e desenvolvimento.

PROTEÍNAS TOTAIS 

A medida das proteínas totais no sangue reflete o estado nutricional da pessoa, e pode ser usada no diagnóstico de doenças renais, hepáticas e de outros distúrbios. Se os níveis de proteínas totais estiverem alterados, devem-se fazer outros testes para identificar qual a proteína específica que está alterada, para que possa ser feito o diagnóstico correto.

CEA

O exame CEA tem como principal objetivo identificar os níveis circulantes deste antígeno carcinoembrionário, que é uma proteína produzida no início da vida fetal e durante a multiplicação rápida das células do sistema digestório. Essa proteína pode ser utilizada como marcador de câncer colorretal.

VITAMINA B12

A vitamina B12, também chamada de cobalamina, é uma vitamina do complexo B, essencial para a saúde do sangue e do sistema nervoso, ela serve para a formação das células do sangue juntamente com o ácido fólico. Ela é facilmente encontrada em alimentos comuns como ovos ou leite de vaca, mas pode ser necessária a suplementação em casos de pacientes com síndrome de má absorção ou não ingestão destes alimentos.

FERRITINA

A ferritina é uma proteína produzida pelo fígado, responsável pelo armazenamento do ferro no organismo. Assim, o exame de ferritina é feito com o objetivo de verificar a falta ou o excesso de ferro no organismo. 

ESTRADIOL

O estradiol é uma forma do hormônio estrogênio no organismo, que tem o papel de influenciar o desenvolvimento de caracteres sexuais das meninas, mas que, quando está elevado, pode dificultar o desenvolvimento dos meninos. Além disso, esse hormônio permite que a mulher engravide e, quando está em baixas concentrações no sangue, pode ser responsável pela infertilidade na mulher. Por isso, os níveis deste hormônios devem ser mantidos mais elevados nas mulheres do que nos homens, especialmente durante a infância. Já na idade adulta, os valores podem variar na mulher, de acordo com a fase do ciclo menstrual. 

FOSFATASE ALCALINA

A fosfatase alcalina é uma enzima que está presente em diversos tecidos do corpo, estando em maior quantidade nas células dos ductos biliares, que são canais que conduzem a bile do interior do fígado para o intestino, fazendo a digestão das gorduras, e nos ossos, sendo produzida pelas células envolvidas na sua formação e manutenção.

Quer entender cada um destes exames a fundo? Baixe agora o nosso e-book Glossário laboratorial: tudo o que você precisa saber sobre os principais exames clínicos que o seu médico pede!

Written by: Tatiana

Deixe uma resposta